28 DE ABRIL - DIA DA EDUCAÇÃO

- 28 DE ABRIL É O DIA DA EDUCAÇÃO!

O processo de educação começa com a família, quando os pais ensinam a seus filhos o que julgam ser certo, como devem se comportar, a respeitar as outras pessoas. Ou seja, é o início da formação da criança, que aos poucos vai sendo preparada para a vida individual e em sociedade.


Num segundo momento, entra em cena a escola. Tem início a etapa da instrução da criança, onde ela vai adquirir conhecimentos referentes a áreas do saber específicas: Língua Portuguesa, Matemática, Geografia, História, entre outras. Mas o papel da escola na formação do indivíduo não fica restrito a esse tipo de informação. De certa forma, a escola vai dar continuidade ao processo que foi iniciado pela família, educando a criança e o adolescente também para a vida, através da disciplina, das responsabilidades, do estímulo ao exercício da cidadania.

A crescente escolarização vem impulsionando a elevação do nível de instrução da população. Entre 1993 e 2003, o analfabetismo declinou em quase 30% no Brasil. Esse declínio foi mais intenso nas regiões Sul (34,7%), Centro-Oeste (32,1%) e Sudeste (31,3%), principalmente nos estados do Paraná e Santa Catarina (com reduções de 37,6% e 36,7%, respectivamente), o Distrito Federal (-45,7%) e o Rio de Janeiro (-41%). O Nordeste apresentou um declínio de 27%.

São considerados analfabetos todos aqueles que possuem mais de 15 anos de idade e não sabem ler nem escrever. A diminuição das taxas de analfabetismo no Brasil deve-se ao maior acesso da população carente ao ensino fundamental e aos programas de alfabetização de adultos, como, por exemplo, o Alfabetização Solidária, onde o governo federal atua em parceria com universidades, empresas privadas, prefeituras e comunidades, e o Movimento de Educação de Base, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil - CNBB.

E lembre-se: a boa educação é a base de uma nação consciente de seus direitos e deveres, que é capaz de construir o melhor para si e seu país, contribuindo para uma sociedade mais justa e com alta qualidade de vida.

Outro indicador que permite avaliar a situação da educação no Brasil é a taxa de escolarização, que mede a porcentagem de pessoas nas escolas.

A tabela abaixo mostra a taxa de escolarização da população de 07 a 17 anos de idade no Brasil, em 2003.


O mundo moderno exige das pessoas uma preparação cada vez melhor para o exercício de suas tarefas. Ler e escrever, além de serem formas de se comunicar com o mundo, são atividades básicas para o desempenho de muitas outras funções.

Sob esse aspecto, a população brasileira vem conseguindo alguns avanços. Segundo a Síntese de Indicadores Sociais 2004, que traz os resultados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios 2003 (PNAD), do IBGE, o crescimento contínuo da taxa de escolarização vem reduzindo o analfabetismo, elevando o nível de instrução da população em todo o país e diminuindo, gradativamente, as grandes diferenças entre as regiões.


A taxa de escolarização dos jovens de 15 a 17 anos, por exemplo, aumentou cerca de 33% nos últimos 10 anos e atingiu, em 2003, 82,4% desses jovens. Não houve grandes variações entre as taxas regionais e a taxa média nacional.

Há inúmeras razões que determinam o grau de freqüência à escola. A Pesquisa de Padrão de Vida (PPV), realizada pelo IBGE, entre março de 1996 e março de 1997, nas regiões metropolitanas do Nordeste e do Sudeste, onde estão concentrados 70% da população, teve como um dos temas apurados a Educação, com destaque para o estudo da freqüência à escola.

Abaixo, alguns dos resultados da pesquisa:

* 8% das crianças entre 7 e 14 anos residentes nos domicílios pesquisados não freqüentam a escola e grande parte alega como causas dessa situação dificuldades financeiras e desinteresse.
* Entre as crianças de 7 a 9 anos, a renda aparece como o principal motivo (28%) pela não freqüência, seguida por razões ligadas ao sistema educacional (26%, sendo 11% a falta de vagas e 15% a ausência de escola próxima do domicílio) e por desinteresse (9%).
* Já para a faixa dos 10 a 14 anos, o desinteresse é o principal motivo (31%), seguido pela renda (25%). Os problemas relacionados ao sistema educacional respondem por 22%.
* Na medida em que aumenta a renda familiar, cresce também a taxa de escolarização entre os membros da família.

No quadro abaixo, alguns dados curiosos:


Investimento do país em educação

O Brasil gasta, em média, 5,5% do Produto Interno Bruto - PIB em programas de educação, incluindo os gastos públicos e os investimentos privados. Esse valor é alto. Só para se ter idéia, os Estados Unidos destinam 5,3% de seu PIB com educação e a Inglaterra, 5,5%. O problema que o Brasil enfrenta é a distribuição desigual dos recursos nos diferentes níveis de ensino. Aos alunos de nível superior é destinada uma quantidade muito maior de recursos do que para os do ensino fundamental.

Dados sobre estabelecimentos de ensino no Brasil:

 Visualizar em tamanho maior, clique na imagem

"Para nós, a Educação não tem dia nem hora. Contudo, se pensarmos a Educação no seu sentido mais amplo, certamente ela, em suas múltiplas facetas e formas, em todo o lugar ou tempo, em diferentes civilizações, estará se processando. Pois não é através da ação educativa formal ou informal que os homens aprendem novos conceitos, se modificam e mudam a face do mundo?

Por entendermos a Educação desta forma, também não precisaríamos instituir uma "hora da leitura" nas escolas. Mas nós o fizemos entendendo que a escola deve ter um tempo no qual se incentive a leitura, se estimule o hábito de ler, se desenvolva nas crianças, jovens e adultos, habilidades decorrentes dessa prática, tanto a consideramos importante no processo da educação, na aprendizagem.

E se instituímos datas e horas determinadas para celebrações, é porque damos a algumas ações da nossa vida um valor especial, destacando-as do quotidiano.

Comemoremos, pois, o Dia da Educação. E por que não com uma hora de leitura?"

(Hésio Cordeiro, Ex-secretário de Estado de Educação do Rio de Janeiro)

Para receber atualizações das matérias:
Digite seu e-mail:


FeedBurner
Você receberá um e-mail de confirmação, é só seguir o link e confirmar.

Um comentário :

Malu disse...

Um DIA muito ESPECIAL e bem merecido.
Afinal é com a EDUCAÇÃO que podemos ter ESPERANÇAS de construir um MUNDO melhor.
Abraços

Topo