03/09/12

PROTEÇÃO SOLAR - QUÍMICA AMBIENTAL

Proteção utilizada contra doenças relacionadas à pele.

Sempre observe o seu corpo através de um espelho, com o auxílio da luz. Analise pintas (nevos melanocíticos) e verrugas, nas áreas do couro cabeludo, nariz, orelhas, olhos e lábios. Veja se elas mudaram alguma coisa, se estão sangrando ou causando coceiras. Se apresentar sintomas, atente-se:

Se metade da pinta ou verruga não é semelhante ao outro lado (assimetria); se as bordas estão com formato irregular (contorno); se estão mudando de aspecto (cor); se há um crescimento da pinta ou da verruga (diâmetro); se há uma pinta, uma sarda (efélides, que podem detectar o nível de exposição de uma pessoa ao sol); se uma lesão ou verruga estão mudando de cor ou se uma cresce ou é diferente das outras (evolução).

Queimadura – conhecida também como eritema, é uma das principais reações da pele à exposições solares. Altas exposições geram bolhas, edemas e descascamento. Sua principal característica é o avermelhamento da pele. O que ocorre é uma dilatação dos vasos sanguíneos mais superficiais.

*IPD (immediate pigment darkening) - significa pigmentação imediata. É a primeira fase do bronzeamento, quando da exposição por segundos à radiação, o indivíduo já produz reações, características da melanina (pigmento que dá cor a pele).

Obs.: a sensibilidade às queimaduras varia de acordo com algumas áreas do corpo (nuca, pescoço, tronco, etc) e fatores como idade, alimentação, condições climáticas e de saúde, também, interferem.

Quem são as pessoas atingidas e quais as doenças mais frequentes?

Todas as pessoas correm o risco com a radiação.
Peles claras (pessoas que se queimam fácil, possuem olhos azuis ou verdes, loiras ou ruivas) são mais suscetíveis a desenvolver cânceres de pele.
Pele morena, o melanoma ocorre, geralmente, nas palmas das mãos, solas do pé ou sob as unhas.
Fatores genéticos, histórico na família de câncer de pele, exposição excessiva ao sol no passado, pessoas com muita pinta ou verruga (mais de 50), além de exposição solar no trabalho.
Medicamentos com sensibilidade à luz solar, como: antibióticos, anti-histaminas e fitoterápicos. Tire essa dúvida com seu médico.

Cuidados para evitar que as doenças atinjam o organismo:

Evite a exposição excessiva ao sol;
Evite se expor entre dez da manhã e quatro da tarde.Nesse período, se não puder evitar, use guarda-sol;
Na praia ou em atividades ao ar livre: proteja-se com chapéus, óculos de sol e protetor solar. Locais com areia, água, praias ou piscinas são superfícies que refletem os raios UV podendo te atingir, mesmo se estiver na sombra;
Verifique o índice de UV;
Afaste-se das lâmpadas solares e câmaras de bronzeamento;
Durante a gravidez, evite a exposição excessiva.

Algumas dicas para proteger a sua pele

Filtros solares – é um produto que funciona como uma barreira química. Tem por função absorver os raios UV, impedindo que eles danifiquem a pele. Podem ser cremes, loções ou óleos. Eles são divididos em dois tipos:

Químicos - protetores solares, que absorvem os raios antes de penetrar na pele, agem como a melanina, não interferem na produção de Vitamina D e são mais resistentes à água.

Físicos - bloqueadores solares, refletem e espalham os raios UV.

Obs.: Procure filtros que oferecem proteção para os raios UVB e UVA e escolha o FPS de acordo com o seu tipo de pele. Passe o protetor meia hora antes de ir à praia ou à piscina. Sempre o reaplique após duas horas.

Fator de Proteção Solar (FPS) – é o grau de proteção contra os raios UVB. Esse número é o tempo que a pessoa poderá ficar exposta antes de começar a se queimar. Por exemplo, se uma pessoa compra FPS 5, significa que após 50 minutos ela começará a se queimar. O mais aconselhável é o FPS 15. Recomendações: Em casa: tome banho e passe um hidratante. Se detectar algo estranho na pele, procure um dermatologista. Não use filtros caseiros ou vencidos.

Fator de proteção ultravioleta (FPU) – capaz de medir a porcentagem de raios bloqueados, o FPU é utilizado em tecidos e bloqueiam 98% da radiação. Use também roupas nas cores azul ou vermelho. Cientistas espanhóis descobriram que roupas nas cores mais escuras, em tecidos de algodão, são capazes de absorver melhor os raios UV.

(Para visualizar em tamanho maior, clique na imagem)

Para receber atualizações das matérias:
Digite seu e-mail:


Feedburner
Você receberá um e-mail - é só seguir o link e confirmar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Analytics