04/10/11

DIA DO MUSEÓLOGO - 18 DE DEZEMBRO - A profissão - Curso - O que faz - Museologia

.
o decreto que instituiu o dia 18 de dezembro como o Dia Nacional do Museólogo, foi assinado pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no dia 31 de maio de 2008.

O Museólogo

O museólogo dedica-se à classificação, à conservação e à exposição de peças de valor histórico, artístico, cultural e científico. Sua missão é transmitir conhecimentos e desenvolver ações culturais por meio de acervos. Além de planejar e executar tarefas de documentação, arquivamento e conservação de objetos, ele faz aquisições, administra coleções e promove intercâmbio de peças com outros museus. Atua no planejamento, gestão, execução e acompanhamento de projetos e políticas vinculados ao patrimônio natural e cultural. Organiza mostras e exposições, analisando a melhor forma de apresentar as peças, de acordo com o interesse do público. Pode atuar em universidades, centros comunitários e sítios arqueológicos.

O Curso

Algumas disciplinas da área das ciências humanas, como história da arte, história geral e do Brasil, oferecem conhecimentos para uma formação mais sólida. Há aula sobre conservação de acervos, documentação museológica e gestão de museus. Na parte prática do curso, o aluno aprende a construir maquetes, a montar exposições e a catalogar peças de acervo. As escolas exigem estágio e um projeto de conclusão de curso.

O que faz

Ação cultural

Articular conteúdos e temáticas tratados em exposições para públicos específicos, como estudantes ou idosos, buscando formas pedagógicas de apresentação do acervo ao público.

Ação documental

Estabelecer políticas de aquisição, cuidar da seleção de peças e da identificação de obras para o acervo. Promover intercâmbio com museus e instituições culturais, artísticas, históricas e científicas para trocas temporárias de obras. Tratar da documentação para a permuta de obras.

Catalogação

Classificar e organizar o acervo, numerar e fotografar peças, produzir laudos técnicos. Controlar a entrada e a saída de peças, avaliá-las para efeito de empréstimo e auxiliar no tombamento do acervo.

 Museu do Ipiranga - São Paulo

Conservação

Avaliar a necessidade de restauração de peças e encaminhá-las para a conservação ou a recuperação. Monitorar as condições, principalmente ambientais, adequadas ao armazenamento, ao manuseio, ao transporte e à exposição do acervo.

Exposição

Selecionar peças e informações relacionadas com os objetos apresentados nos circuitos expositivos e definir a melhor maneira de mostrá-las.

Memória empresarial

Organizar acervos de empresas e instituições públicas. Pesquisar e recuperar documentos e a história da instituição.

Pesquisa

Aprofundar-se em temas, períodos históricos, artistas ou obras que compõem acervos.

Museologia

A Museologia é a área do conhecimento que estuda o fenômeno MUSEU e suas relações com o Real - a partir das interações entre homem, cultura e natureza, no âmbito dos diferentes sistemas de pensamento. Situada no campo das ciências humanas, faz interface permanente com as demais ciências deste campo, e também com a Filosofia, a História da Arte, as Ciências Naturais e Biológicas e as Ciências Exatas. Divide-se em Museologia Teórica e Museologia Aplicada - esta última, dedicada ao estudo das metodologias e técnicas de investigação, documentação, informação, preservação, conservação, comunicação e administração relativas ao Museu.

Museu - Curitiba

Os estudos de Museologia tomam como base o conceito de PATRIMÔNIO INTEGRAL (natural e cultural) - ou seja, o conjunto de referências materiais e não-materiais definidoras da IDENTIDADE dos diferentes grupos humanos, no tempo e no espaço. A partir do reconhecimento do patrimônio que as identifica, as diferentes sociedades criam, desenvolvem e mantém museus. E como as sociedades se articulam de diferentes maneiras, no tempo e no espaço, criam e desenvolvem diferentes formas de museus: o museu tradicional, o parque nacional, o jardim botanico, o zoológico, o aquário, o planetário, o centro exploratório de ciencias, a cidade-monumento, o ecomuseu. O Museu surge, portanto, como uma das mais fascinantes representações da sociedade humana. Conhecê-lo, estudar a sua história, o seu desenvolvimento, a sua importancia nas diferentes sociedades é uma das tarefas da Museologia.

O Museólogo atua em museus, centros culturais, institutos de pesquisa, centros de documentação e informação, galerias de arte, arquivos, bibliotecas, universidades e escolas, podendo ainda prestar serviços técnicos e de consultoria especializada em qualquer instituição vinculada direta ou indiretamente à proteção, documentação, conservação, pesquisa e difusão do patrimonio integral da Humanidade. As responsabilidades do museólogo incluem a salvaguarda, documentação, difusão e estudo analítico de acervos naturais e culturais; o planejamento, programação e realização de exposições; o desenvolvimento de programas educativos e culturais para museus; a construção de um discurso crítico sobre natureza, homem, sociedade e cultura; a defesa do patrimonio, em todos os âmbitos (local, regional, nacional, transnacional, global); a defesa dos ideais éticos de respeito à vida, à pluralidade biológica e cultural e à igualdade de direitos em todas as sociedades.

Museu do Futebol

A profissão de Museólogo, no Brasil, é regulamentada por Lei desde 1984 e tem seus direitos garantidos através dos Conselhos Regionais (COREMs) e do Conselho Federal de Museologia (COFEM).

(Unirio e outros)

Para receber atualizações das matérias:
Digite seu e-mail:


FeedBurner-Google
Você receberá um e-mail de confirmação, é só seguir o link e confirmar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Analytics