15/08/11

DIA DO DENTISTA - 25 DE OUTUBRO

Com base nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), 18,7% da população brasileira nunca consultaram o dentista. Do total da população, 158.232.252 habitantes na época, mais de 29 milhões nunca tiveram atendimento odontológico e mais de 46 milhões não consultavam há 3 anos ou mais.

Em relação ao sexo, as mulheres freqüentam o dentista mais que os homens. Do total de 80.726.244, pessoas, 82% das mulheres tiveram atendimento; os homens atendidos foram 79% do total de homens pesquisados.

E entre a população que ganha até um salário mínimo, a porcentagem de pessoas que nunca foram ao dentista (36,5%) é nove vezes a taxa das que ganham mais de 20 salários (4,1%). Traduzindo em números: mais de 5,5 milhões de brasileiros que recebem até um salário mínimo nunca foram ao dentista. Entre os que ganham mais de 20 salários mínimos, mais de 400 mil nunca fizeram consulta.


O trabalho do dentista

Além dos dentes, o dentista também trata os problemas da gengiva, boca e ossos da face. Na verdade, ele cuida da saúde bucal como um todo, além da parte estética. Dentre as funções, pode fazer restaurações, obturações, projetar e instalar próteses e dentaduras.

O dentista pode exercer a profissão como clínico geral, ou seguir uma especialidade, como, por exemplo:

=> Cirurgião-dentista: realiza cirurgias
=> Endodontista: trata da polpa e da raiz dos dentes.
=> Implantodontia: faz implante de próteses nos maxilares
=> Estética: corrige a posição dos dentes e faz clareamento
=> Periodontista: trata as doenças da gengiva e dos ossos da boca
=> Ortodontista: faz alterações estéticas, na mordedura e na posição dos dentes através do uso de aparelhos dentários
=> Odontopediatria: cuida especificamente de doenças de crianças
=> Traumatologia e cirurgia bucomaxilofacial: diagnostica e trata doenças, lesões e traumas na boca, maxilar e face.

Os inimigos dos dentes

Os dentes são estruturas calcificadas que fazem a mastigação dos alimentos. Sua parte externa é coberta pelo esmalte, que é a substância mais dura. Sob ele, encontra-se uma substância óssea chamada dentina. Tem a polpa dental que é um tecido conjuntivo frouxo composto de nervos e o cemento que prende a raiz e liga o dente à gengiva e à mandíbula.

A cárie só aparece quando uma bactéria que se acumula com outras, fica presa ao dente e à gengiva. Essas bactérias formam a placa bacteriana que transforma os restos de alimentos, principalmente os que contém açúcar, em ácidos prejudiciais aos dentes. Eles atacam o esmalte até abrir um "buraco" que é a cárie num processo conhecido como desmineralização.

Higiene bucal

Algumas dicas para manter uma boa higiene bucal:

=> Não sopre o alimento para esfriá-lo para não contaminá-lo com bactérias.
=> Use o fio dental ou fita dental pelo menos uma vez ao dia para limpar as superfícies não alcançadas pela escova.
=> A escova de dentes deve estar sempre em bom estado, com cerdas macias e pontas arredondadas. Se as cerdas ficarem tortas, a escova deve ser trocada.
=> A pasta dental não deve ser ingerida, pois contribui para a fluorose, problema relacionado com o consumo em excesso de flúor.
=> O descuido com os dentes e gengivas pode causar doenças graves como a endocardite bacteriana causada por uma bactéria que se aloja nas válvulas do coração. Para se prevenir, escove os dentes após as refeições; faça remoção periódica de tártaro; use fio dental e informe ao dentista caso seja portador de qualquer anomalia cardiovascular.

Graduação em odontologia

O curso de odontologia é longo como os demais cursos na área de saúde, durando, geralmente, cinco anos. No ciclo básico, há disciplinas como anatomia, patologia e fisiologia. Na parte profissionalizante, o aluno tem aulas de farmacologia, cirurgia, prótese e traumatologia.

Para receber atualizações das matérias:
Digite seu e-mail:


FeedBurner
Você receberá um e-mail de confirmação, é só seguir o link e confirmar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Analytics