SAÚDE - Hábitos, exercícios, postura, cuidados, repouso, alimentação, higiene, prevenção, lazer

.
Saúde é a capacidade física, emocional, mental e social que o indivíduo tem de interagir com seu ambiente. Pode ser determinada, em certas situações, por meio de alguns valores mensuráveis como temperatura, pulso, pressão sangüínea, altura, peso, acuidade visual e auditiva etc. Como esses critérios biológicos de normalidade baseiam-se em conceitos estatísticos, deve-se considerar a possibilidade de variação, porque uma característica anormal não necessariamente significa doença. Os atletas, por exemplo, embora geralmente desfrutem de saúde excelente, costumam apresentar um coração maior do que as medidas estabelecidas como normais, porque o exercício contínuo requer uma irrigação sangüínea maior dos tecidos, demanda que o coração atende aumentando de tamanho.

Saúde

Diferente da doença, em geral tangível, reconhecível e facilmente identificável, a saúde é uma condição obscura e difícil de definir. Uma pessoa pode ser forte, resistente a infecções, apta a enfrentar o desgaste físico e outras pressões da vida cotidiana, mas ainda assim ser considerada doente se seu estado mental, avaliado de acordo com o comportamento que apresenta, for julgado frágil.

O organismo só pode se manter sadio com a aquisição e manutenção de hábitos saudáveis de vida, que incluem alimentação equilibrada, sono regular, exercícios, higiene e lazer.

Uma definição mais exata de saúde pode ser, portanto, a capacidade que o organismo apresenta de funcionar em completa harmonia com seu ambiente, o que envolve a aptidão para enfrentar física, emocional e mentalmente as tensões cotidianas. De acordo com essa definição, a saúde é interpretada em função do ambiente individual. O conceito de saúde difere, por exemplo, para o operário e o empregado que trabalha num escritório. O operário saudável deve ser capaz de realizar trabalhos manuais durante todo o dia, enquanto o empregado que trabalha num escritório, embora perfeitamente capaz de realizar suas atividades sedentárias, pode estar totalmente despreparado para o trabalho pesado e até mesmo sucumbir ao desgaste físico. Os dois indivíduos, no entanto, podem ser considerados inteiramente saudáveis segundo seus meios de vida.

O conceito de saúde envolve mais do que condicionamento físico, já que implica também bem-estar mental e emocional. Uma pessoa revoltada, frustrada, emocionalmente instável, mas em excelente condição física não pode ser considerada saudável, porque não está em perfeita harmonia com seu ambiente. Um indivíduo nesse estado é incapaz de emitir juízos corretos e de ter reações racionais.

Uma pessoa também pode desconhecer que está doente. Nesse caso se diz que a doença é latente, pois não há manifestação de sintomas. As vítimas do câncer podem ignorar seu estado de saúde por vários anos até que o tumor maligno cresça e comece a produzir sintomas. Infelizmente, muitas doenças, como a AIDS, permanecem ocultas por longos períodos antes de produzirem indisposição ou distúrbios funcionais, o que impede sua detecção precoce e uma possível cura.

A saúde não é, portanto, uma condição estática. Representa, na verdade, uma condição variável de bem-estar físico e emocional continuamente sujeita a pressões internas e externas, como preocupações, excesso de trabalho, variações das condições ambientais e infecções por bactérias e vírus. Esses fatores constantemente mutáveis requerem a existência de um mecanismo capaz de ajustar o funcionamento dos vários sistemas vitais, com o objetivo de manter o equilíbrio interno do organismo. A regulação interna é chamada homeostase e envolve, entre outras funções, a termorregulação e o controle do metabolismo.

Hábitos saudáveis

O organismo só pode se manter sadio com a aquisição e manutenção de hábitos saudáveis de vida, que incluem alimentação equilibrada, sono regular, exercícios, higiene e lazer.

Exercícios regulares

O exercício desenvolve o corpo e a mente. Sem exercício, os músculos se atrofiam; o aparelho digestivo e os órgãos de eliminação trabalham de maneira insuficiente; os pulmões não se expandem bem, nem recebem a quantidade necessária de oxigênio; e a circulação se torna lenta. O tipo e a quantidade de exercício que o corpo exige e suporta diferem de uma pessoa para outra, segundo a idade, o sexo, as condições físicas e o gosto pessoal. Os esportes de competição, que exigem treinamento demasiado intenso, não são recomendados para crianças de pouca idade; os de tipo pesado não devem ser praticados por meninas em fase de crescimento, embora sejam bem tolerados pelos rapazes da mesma idade.

Saúde - Exercícios - esportes

O exercício deve ser agradável e divertido 

Há esportes, como o tênis, o golfe e a patinação, que podem ser praticados por muito tempo na idade adulta, o que não acontece com o futebol, o basquetebol e outros. Na escolha dos exercícios e esportes, convém levar em conta seus riscos (fraturas, sobrecarga do coração etc.) e periculosidade do lugar onde serão praticados. Antes de iniciar a prática de qualquer esporte, é preciso haver um período de treinamento bem planificado e dosado.

Postura correta

Os defeitos de postura acarretam distúrbios da saúde. A boa postura influi tanto na personalidade quanto na saúde. Uma atitude descuidada faz o indivíduo parecer negligente, além de prejudicar o desempenho de certas funções orgânicas. Para conseguir uma postura correta são fatores importantes o tono muscular e a criação de hábitos adequados. Qualquer exercício que melhore o tono muscular (esporte ou o simples caminhar) contribui para a aquisição de uma boa postura. Quando a postura incorreta chega a causar perturbações físicas, é conveniente procurar um médico especializado, que aconselhará exercícios apropriados, uso de aparelhos para manter o dorso ereto e outras providências.

Cuidados com os pés

As anormalidades dos arcos plantares (longitudinal, ao longo do bordo do pé; transversal, entre a base do dedo grande e do dedo mínimo) são causa habitual de dor. O pé chato é desconhecido dos povos primitivos, já que o hábito de andar descalço mantém o tono dos músculos e tendões. Dois exercícios são aconselháveis para os que têm arcos fracos: (1) segurar a borda de um tapete com os dedos do pé; (2) caminhar em volta do quarto sobre o bordo externo do pé descalço ou com meias. Por vezes, o bem-estar dos pés e o estímulo dos músculos e tendões podem ser facilmente obtidos, quando são eles mergulhados, alternativamente, em água muito quente e muito fria.

Repouso

O corpo humano necessita tanto de repouso quanto de atividade. A maioria dos adultos precisa de seis a nove horas diárias de sono; os jovens devem dormir mais, principalmente nos períodos de crescimento rápido. Deve-se conservar o hábito de dormir sempre no mesmo horário. A noite é o melhor período para dormir, porque o ambiente está escuro e calmo. Dorme-se melhor quando as condições do ambiente propiciam conforto: quarto bem arejado, roupas adequadas e cobertas apropriadas à temperatura. Durante o sono, o organismo elimina os resíduos acumulados durante o dia, os músculos relaxam, os tecidos regeneram-se e o cérebro descansa da atividade a que foi submetido enquanto o indivíduo esteve acordado. Para os que têm insônia, recomenda-se relaxar bem a musculatura. Um banho morno à noite ajuda a conciliar o sono. Não se deve ingerir drogas indutoras do sono sem prescrição médica.

A alimentação

O regime alimentar deve ser equilibrado e incluir proteínas, carboidratos, gorduras, sais minerais e vitaminas. A hipovitaminose ou carência de vitaminas pode causar doenças, como escorbuto, beribéri, pelagra e outras. Deve-se comer regularmente e em horas certas. Durante as refeições pode-se tomar quantidade moderada de líquidos (leite, sucos de frutas ou água). Entre as refeições principais deve-se beber bastante água, que é um regulador do funcionamento dos órgãos e necessário para a eliminação dos produtos de excreção. O fumo tem efeitos nocivos sobre o sistema nervoso e os aparelhos respiratório e digestivo. Evitar fumar contribui, portanto, para preservar a saúde. Do mesmo modo, aquele que faz uso imoderado de bebidas alcoólicas não poderá desfrutar de saúde perfeita.

Saúde - Alimentação

Higiene

A higiene é fundamental para a saúde. As mãos devem ser lavadas antes das refeições, para eliminar as bactérias e vírus que podem ser levados à boca e infectar o organismo. O descanso do corpo requer banhos freqüentes para tirar o pó, o suor e a descamação da epiderme morta. É desaconselhável o banho após refeições abundantes, pois a atividade digestiva subtrai muito sangue à circulação periférica, o que pode causar cãibras e resfriados. Convém esperar pelo menos uma hora antes de tomar o banho. O cabelo e o couro cabeludo devem ser conservados limpos da descamação que continuamente se produz. As unhas devem ser cuidadas, cortadas convenientemente e mantidas sempre limpas. Os vernizes e pinturas para unhas às vezes são prejudiciais. Os dentes devem ser escovados (pelo menos duas vezes por dia) para a necessária limpeza das superfícies e dos espaços que os separam e remoção de partículas alimentares. É recomendável a consulta periódica ao dentista.

Olhos e ouvidos

Os olhos precisam receber meticulosa atenção. Não convém forçá-los à leitura em ambientes onde seja precária a iluminação. A luz artificial, em qualquer ambiente, deve ser bem planejada. É aconselhável procurar um oftalmologista de tempos a tempos, principalmente se houver dores de cabeça, enxaquecas ou dificuldades de visão. Os ouvidos devem ser protegidos, na medida do possível, de fatores externos que possam afetá-los (água do mar ou das piscinas etc.), da mesma maneira que o nariz e a garganta, em que são freqüentes as infecções. É aconselhável a consulta periódica a um otorrinolaringologista.

Prevenção de doenças

Medidas importantes na prevenção de doenças infecciosas são a filtração e a cloração da água potável, o uso de bebedouros e copos de papel descartáveis em lugares públicos, a cocção dos alimentos, a pasteurização e o aquecimento do leite etc. Em relação às doenças que se transmitem diretamente de pessoa a pessoa, o isolamento dos pacientes é importante para proteger os indivíduos sadios. A vacinação tem sido muito eficaz para deter a difusão de certas doenças infecciosas (varíola, febre tifóide, poliomielite etc.).

O lazer

O organismo responde às pressões do dia-a-dia com uma descarga de hormônios na circulação sangüínea que acelera o metabolismo, o ritmo cardíaco e respiratório e aumenta a pressão sangüínea e a tensão muscular. Submetido continuamente a essas pressões, o indivíduo entra em estado de estresse e pode apresentar problemas circulatórios, digestivos e mentais, como ansiedade, depressão e distúrbios de personalidade. Para prevenir o estresse, os melhores remédios são o lazer e o relaxamento. Entre as atividades recomendadas estão a dança, prática de esportes individuais ou em grupo, caminhada ao ar livre, meditação, ioga, leitura, palavras-cruzadas, jogos de cartas e o cultivo de algum passatempo.

Para receber atualizações das matérias:
Digite seu e-mail:


FeedBurner
Você receberá um e-mail de confirmação, é só seguir o link e confirmar.

0 Comentários : sobre SAÚDE - Hábitos, exercícios, postura, cuidados, repouso, alimentação, higiene, prevenção, lazer

(Se estiver usando o Chrome, acione aqui e vá ao topo da página)

Loading...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

© 2011 Portal Escola | Todos os direitos reservados - Designed by BTN