21/06/11

PSICOLOGIA - AURA

.
No ato da filmagem, uma câmera capta imagens, converte-as em raios de energia eletromagnética que viajam pela atmosfera na forma de ondas até chegar aos receptores com ela sintonizados, no qual eles são decodificados e traduzidos novamente em dimensões imagéticas. Estes feixes energéticos contêm todas as informações que constituem os dados cifrados.

Desde a infância da Humanidade a vida é regida pela sintonia entre a mente humana e o Cosmo, parceiros na criação de hipóteses e de conceitos. O Homem está envolto em uma rede que o relaciona ao outro e ao Universo; tudo se entrelaça e interage no âmbito da criação, e a sintonia é uma lei inelutável.

A mente do Homem, de maneira similar capta estímulos externos, produz imagens em seu interior, emite estas produções na forma de corrente mental, da qual emanam as ondas mentais que são enviadas àqueles com quem mantém uma sintonia estreita, e no intelecto destes são decifradas e transformadas de novo em imagens. A diferença é que o pensamento humano é uma via de mão dupla; rico em recursos, não só emite criações mentais, mas também as recebe de volta, enriquecidas por outras ideias.

Na mente humana todas as imagens transformadas em corrente mental preservam igualmente todas as suas características. Assim, quando o pensamento irradia em torno do ser, antes de ser direcionado aos seus afins, forma projeções que traduzem as formas-pensamento, ou seja, cada ideia tem uma frequência, um formato e uma onda mental distinta. Estas irradiações mentais, que configuram um halo em volta do indivíduo, constituem a aura.

Se a pessoa está triste, ela emite um pensamento correspondente a esta tristeza, o qual é convertido em uma determinada onda mental, a qual vibra de uma forma específica. Portanto, todo ser emite a sua volta, cada vez que elabora uma ideia, formula palavras ou pratica ações, uma atmosfera energética que espelha as condições mentais, os desejos, os sentimentos, as imagens produzidas na mente.

Tudo no Universo e no ser humano é constituído de energia. O Homem veste, durante a vida material, um corpo físico, mas este está intimamente entrelaçado a uma corporeidade mais sutil, o chamado perispírito. Este corpo espiritual, rico em recursos energéticos, é composto por fluidos que não se deixam delimitar pela esfera orgânica e se expandem na forma de energia eletromagnética, a qual é denominada aura.

É possível, por meio do teor vibratório de cada emoção, distinguir inúmeras variedades de auras, as quais expressam fielmente a condição mental de cada um; não importa quantas máscaras sociais o indivíduo vista, se seus campos de energia forem visíveis, ele será imediatamente desnudado em sua essência. Através desta vibração, pessoas mais sensíveis, mesmo que não possam visualizar a aura, podem desvendar, mesmo que parcialmente, as emoções de um ser.

Não somente os videntes podem ver esta esfera luminosa hoje, com o avanço da tecnologia, mas também é possível registrá-la através das modernas fotos kirlianas. Embora este campo de energia não seja propriedade exclusiva do ser humano, nele apresenta peculiaridades únicas, afinal, o Homem é o único ser que detém o dom da reflexão e o poder do pensamento contínuo.


Ir para Psicologia
.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Analytics