23/06/11

DIA DO SOLDADO - 25 DE AGOSTO - Origem, Serviço Militar, patrono, homenagem

.
"Soldado" é a graduação de fundo da hierarquia - o termo deriva do latim "solidarius" - alguém que é pago para servir.

Comemorado em 25 de agosto, o Dia do Soldado objetiva homenagear o trabalho dos membros do Exército Brasileiro. A data foi instituída em homenagem a Luís Alves de Lima e Silva, patrono do Exército brasileiro, nascido em 25 de agosto de 1803. Com pouco mais de 20 anos já era capitão. Luís Alves de Lima e Silva, o Duque de Caxias, lutou e defendeu o Brasil em confrontos externos e internos.

- A homenagem, além de Exército, Marinha e Aeronáutica (Forças Armadas), estende-se também aos profissionais das "Forças Auxiliares", ou seja: Policiais Militares e Bombeiros Militares.

No Brasil, o serviço militar é obrigatório por lei desde 1908. Ao completar 18 anos, todo rapaz deve se cadastrar em alguma das forças armadas (Marinha, Exército ou Aeronáutica). Na estrutura do governo brasileiro, estas estão integradas ao Ministério da Defesa e tem por objetivo a defesa dos direitos constitucionais.

A carreira de soldado proporciona ao jovem, o aprendizado de valores como disciplina, organização, amor à pátria, solidariedade e perseverança, entre vários outros que orientam suas atividades dentro e fora do quartel.


Em tempos de guerra e na manutenção da paz, o soldado exerce atividades, dentro e fora do país. Presta auxílio à população em situações de calamidade.

O Dia do Soldado, ao longo do século XX, foi perdendo a sua popularidade e não mais é um dia público de festividades, nem mesmo são mais organizadas paradas militares em sua honra. Hoje as forças armadas brasileiras são homenageadas no dia 7 de Setembro, quando é comemorada a independência do Brasil de Portugal, ou no dia 15 de novembro, data em que se comemora a Proclamação da República.

"Ser Soldado" 
Texto em homenagem ao Dia do Soldado

Na vida, não raramente nos ocorre a incumbência de certas missões, as quais podemos qualificar como sendo bons acontecimentos, não pelo retorno material, mas pela satisfação em executá-las, razão pela qual as abraçamos.

SER SOLDADO, a exemplo de uma infinidade de outras profissões, é uma dessas coisas que nos pode ocorrer, não se sabendo ao certo se a escolhemos, ou por méritos ou defeitos, fomos “escolhidos”.


SER SOLDADO, sem sombra de dúvida, é uma dádiva incomensurável, acredito que até concedida por Deus, pois, neste mundo conturbado e cheio de defeitos, alguém teria de se esmerar ao máximo, a fim de promover a manutenção da ordem, da segurança, da integridade e do respeito às pessoas de bem – chefes de família, autoridades constituídas e trabalhadores, que a cada dia se vêem ameaçados por indivíduos contrários à ordem, à justiça e às leis do país.

A tarefa é árdua e exige muito afinco, resignação e, principalmente, amor pela causa. O dia-a-dia do SOLDADO OU POLICIAL é sempre imprevisível e não raramente, lhe é exigido muito” tato”, vivacidade e perícia na resolução de problemas diversos, a despeito dos quais é solicitado pela população.


SER SOLDADO, com certeza não é conviver em meio à paz, viver num “paraíso” ou usufruir de algo extremamente compensador, muito pelo contrário:
É despedir-se da família em tom de adeus todos os dias, ao sair para o trabalho, é dar segurança para todos, sem poder proteger sua própria casa, é ter sede de justiça tendo as mãos “atadas”, é proteger um incalculável patrimônio e satisfazer-se com um ínfimo soldo.

SER SOLDADO é conviver em meio à corrupção, aos desvarios e à desonestidade, sem se deixar contaminar. É ser eficiente e sereno, mesmo quando lhe é cobrado “milagre” no combate ao bandido que rouba, estupra e tira a vida dos nossos filhos e chefes de família, sendo a ação policial, às vezes, erroneamente classificada como sendo a própria violência ou “truculência”.

Delira loucamente quem julga ser possível “doar flores” ao delinquente, aquele que está sempre à espreita, buscando oportunidade para eliminar o que, para ele, representa uma ameaça à prática da criminalidade.

SER SOLDADO é, mesmo atuando todos os dias em meio aos conflitos, manter-se tranquilo e equilibrado, ...é ter a obrigação de vencer a guerra, mesmo com aparato bélico inferior, ...é dar a vida para que outros sejam bem sucedidos...

É doar o sangue por amor à camisa, ...é ser polivalente – de mantenedor da ordem a paramédico e parteiro de emergência - é deixar que sua vitória seja sempre em benefício da coletividade, é fazer um gol de placa sem que tenha feito algo além da esfera das suas atribuições, ...é ignorar as injustiças e orgulhar-se do que faz...


SER SOLDADO , enfim, é paixão!
Pode ser ilusão...
Pode ser desilusão...
A recompensa, esta, sempre será, tão somente a certeza e o sentimento do...

... D E V E R   C U M P R I D O!


*O texto "Ser Soldado" é de autoria do adm. do Portal Escola e está liberado para divulgação, sem qualquer restrição.

"Feliz aquele que repassa o que sabe e aprende o que ensina" (Cora Coralina).

Para receber atualizações das matérias:
Digite seu e-mail:


FeedBurner
Você receberá um e-mail de confirmação, é só seguir o link e confirmar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Analytics